O que fazer quando ocorre a perda Óssea Dentária

Tempo de leitura: 2 minutos

Sempre gostamos de reforçar em nossos canais de comunicação a importância de manter a saúde bucal em dia. Visitar regularmente o dentista, manter hábitos de higiene em casa e não se esquecer de nenhum detalhe como escovar com uma escova apropriada, passar fio dental e outros cuidados que forem específicos de cada paciente. Não podemos nos distrair porque são esses cuidados que ajudam a evitar doenças bucais realmente graves que muitas vezes causam danos irreversíveis, como no caso do tema de hoje, a Perda Óssea. O grande problema da perda óssea é que assim que o osso é atingido ele faz com que os dentes percam a mobilidade, gerando assim uma série de problemas.

Principais causas

A perda óssea pode acometer qualquer pessoa, independente da idade, apesar de estar mais relacionada a pacientes mais idosos. É importante lembrar que, mesmo se você for jovem e saudável pode vir a desenvolver a doença periodontal e consequentemente ter uma perda óssea. Por isso é preciso estar atento aos cuidados básicos com seus dentes. Uma das principais causas da Perda Óssea é a inflamação da gengiva, chamada Periodontite ou doença periodontal. A perda óssea leva à perda dos dentes, uma vez que os mesmos começam a perder a sustentação que era oferecida pelo osso. Outra causa para a perda óssea é a má oclusão da arcada, que provoca um desgaste dos dentes. Doenças como a diabetes podem ajudar a Periodontite a progredir mais rapidamente em alguns pacientes.

Reconheça os sintomas

Os sintomas da perda óssea são: mau hálito, inflamação da gengiva, infecções na boca, dentes mais moles, “frouxos”. Note também se sua mordida continua a mesma, porque se você estiver no processo de perda óssea esta mudança pode acontecer. A perda óssea tem relação com a menopausa e osteoporose. Com a chegada da menopausa geralmente uma grande parte das mulheres começam a desenvolver a osteoporose, que é uma perda de massa óssea global. Porém estudos mostram que mesmo esta perda global pode atingir algumas partes específicas do corpo, ou seja, agir localmente, como, por exemplo nos osso que dão sustentação aos dentes.

Como tratar

Tratar a perda óssea se tornou um grande desafio para os dentistas, porque ela não abala somente a estrutura da arcada dental, mas atinge o paciente a níveis psicológicos e sociais, pois se trata de uma reabilitação, em todos os níveis, por isso é muito importante a visita regular ao dentista, como prevenção.

Como uma das maiores causas da perda óssea é a doença periodontal, a visita periódica ao cirurgião dentista permitirá o diagnóstico e tratamento da doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *