Tirando dúvidas sobre a Anestesia

Tempo de leitura: 3 minutos

A Anestesia é a mais temida desde sempre nos Consultórios Odontológicos. Temos que admitir, quantas vezes já deixamos de fazer nossa consulta de rotina ao dentista por medo de ter que tomar anestesia? Com certeza todos nós já passamos por um momento como este.

A imagem da agulha aproximando de nossa boca nos enche de pavor, mas uma notícia boa é que vem surgindo muitas novidades, técnicas modernas para que a anestesia deixe de ser vilã e passe para apenas uma boa coadjuvante durante todo o processo do tratamento dentário.

E para perder o medo nada melhor do que buscar ficar por dentro do que nos é desconhecido, então vamos abordar aqui, ao longo do texto algumas dicas e falar um pouco sobre os tipos de anestesia.

Será que dá para aguentar a dor?

shutterstock_162492350-1024x677Sabemos que existem pessoas que são mais resistentes a dor do que outras. Por isso ao iniciar o tratamento se você tem tanto pavor de tomar anestesia, é preciso se perguntar “será necessário passar mesmo por isso?”, porque na maioria dos casos o medo está no imaginar  todo o cenário, de pensar naquela agulha super fina entrando na gengiva, muito mais do que na dor em si.

Se você sentir segurança de que irá suportar bem a dor, pode pedir para iniciar o tratamento sem anestesia e ver até onde consegue chegar.

Nestas horas também precisa entrar em ação o Dentista amigo e conselheiro, que com toda a calma irá te explicar as etapas do tratamento, fazendo com que você praticamente esqueça da Anestesia. E aproveitamos para reforçar aqui este papel tão importante do dentista, em transmitir confiança e com isso buscar criar sempre uma relação sólida com seu paciente.

Um detalhe muito importante, o Dentista ter uma mão boa, leve, firme e a técnica correta ao mesmo tempo faz toda a diferença, e você nem vai perceber a picada, de tão suave e não vai sentir dor.

Tipos de Anestesia

dental_anesthetic_epinephrine1

A Anestesia aplicada em Consultórios Odontológicos em sua maioria é local e a substância mais utilizada é a lidocaína. Os tipos são: bloqueio de campo, bloqueio de nervo ou infiltração. Bloquear o nervo somente em tratamentos mais extensos, em um ou mais dentes e utilizada também em tratamentos mais complexos. Uma opção bastante interessante e que utilizamos muito aqui na clínica Dr. Paulo Sérgio Valadão, é a sedação. A sedação tem o objetivo de reduzir a ansiedade do paciente, mas também mesmo que o paciente esteja tranquilo, que não tenha fobias, ela pode trazer benefícios como um conforto a mais durante o procedimento. Ela irá fazer com que o paciente se desconecte do mundo à sua volta, proporcionando o efeito de um calmante, praticamente um sono natural.

Este tipo de anestesia não atrapalha a respiração do paciente e nem seus reflexos, e é sempre acompanhada por um anestesista.

São raros os casos em que se é preciso aplicar a Anestesia geral. Geralmente ela se torna necessária em casos de cirurgias muito complexas, e de grande porte, como a Bucomaxilofacial, e em situações em que a internação hospitalar se torna necessária.

É muito importante o dentista ter acesso ao histórico do paciente, se ele possui restrições em sua saúde, pois todos estes itens irão influenciar no momento da Anestesia.

Aqui no Brasil não é tão comum, mas muitos países utilizam durante o procedimento Odontológico o gás de efeito sedativo. Ele promove uma sensação relaxante, e o paciente fica consciente também a maioria do tempo.

O ideal é fazer de tudo para minimizar a dor e sofrimento psicológico que a Anestesia pode provocar. Escolha um método que vai ajudar você a se preparar para este momento, seja relaxando horas antes, mas talvez a melhor opção seja conversar mais com o seu dentista, para que juntos possam buscar a solução.

1 comentário


  1. Ótimo trabalho!
    Após perder muito tempo na internet encontrei esse blog
    que tinha o que tanto procurava.
    Gostei muito.
    Meu muito obrigado!!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *